NOSSA HISTÓRIA

Imagine a cena: minha mulher, dois filhos pequenos, eu e algumas malas na Caravan 74. Era 10 de janeiro de 1982. O destino? Paraty. Deixamos São Paulo e nossas famílias para assumir um hotel que arrendamos dos meus sogros. Foi assim que começamos na hotelaria.

 

Mas o sonho era maior. A gente queria ter a nossa pousada. Bom, a primeira coisa a gente tinha: uma boa família. Acredite, sem uma boa família você não chega a lugar algum. É ela que te põe para cima, te incentiva, te dá forças para chegar lá. Aliás, deixe-me apresentá-los: Sirney, minha esposa; minha filha Raquel e o marido Cesar com os filhos Pietra e o pequeno Mateus; e meu filho Felipe com a esposa Mari com as filhas Nina e Bela. Ah, você também precisa de grandes amigos, amigos de verdade, como nós temos o Oswaldo e a Tina.

 

Mas voltando à história… Compramos o terreno, pensamos na planta e começamos a obra. Vimos os primeiros tijolos serem assentados; as primeiras pinceladas de tinta; as primeiras mudinhas de flores chegando para o jardim. E no dia 27 de dezembro de 1985 inauguramos a Pousada Villaggio. Recebemos as nossas primeiras hóspedes, duas mineiras. O prazer que tivemos em recebê-las foi tão grande que acabou virando a nossa marca registrada nesses 35 anos. Vocês não têm ideia do que vivemos e aprendemos nesse tempo. Paraty e seu povo maravilhoso nos acolheram de forma gentil, como fazem com todos que a visitam. Essa cidade tem uma magia no ar.

 

E o que falar da nossa equipe? O time que nos acompanha há vários anos é formado por gente com brilho nos olhos, que trabalha para fazer desta casa a extensão da sua. Ela é a alma da Pousada. Nesse ramo é preciso gostar das pessoas. E eles gostam. Isso é um dom. E os turistas, então! Os milhares do Brasil e do mundo que já passaram por aqui deixaram um pouco da sua história e ajudaram a construir a nossa. Isso é uma benção.

 

Já são 35 anos de carinho, de orgulho, de um sonho realizado que se concretiza a cada dia, hóspede a hóspede, a quem chamamos carinhosamente de amigos. E a quem sempre temos o maior prazer de receber bem.

 

Bem-vindos.